Advogado preso por desacato no Maranhão

Um colega advogado foi preso no interior do Estado por desacato. Foi apresentar uma cliente, que ficou presa em função de mandado prisional. Como era de se esperar o defensor ficou irritado (quem não ficaria?) e foi preso por desacato.

Estamos bem arrumados.

Não bastasse o contrangimento de ter a cliente presa, o colega foi preso por desacato.

A lei não prevê impedimento para o que o delegado fez. Mas antes de tudo deve haver boa-fé nas relações humanas.

Por que não prenderam a mulher após diligências normais? O mandado prisional chegou miraculamente quando a constituinte adentrou  o prédio da delegacia?

Lembro que Gilmar Mendes classificou como miliciana o tipo de justiça decorrente do ajustamento de condutas entre juiz, promotor e delegado. Bons liberais não fazem isto.

A mulher foi presa pela manhã e solta à tarde.

Então isso tudo pra quê?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s