Linchamento

A entrevista do dr. Márcio Thomaz Bastos foi bem oportuna. É um ótimo pretexto para que se discuta “a indefensabilidade de certas causas”.

Evaristo de Moraes consultou Rui Barbosa e teve como resposta um texto que vale como um tratado de ética. Óbvio que todo mundo tem direito de defesa.

Parafraseando Rosa de Luxemburgo (tia do Wanderley técnico de futebol) o direito de defesa (ou expressão como no caso de Rosa) é sempre o direito do outro.

Aceitei a defesa de um caso complicado no domingo, cuja principal controvérsia é a opinião pública, que se voltou contra meu cliente. Tudo milita em seu favor, menos a opinião de parte da população que controla justamente certa parcela da mídia da pequena cidade do interior.

“Ninguém quer ser condenado à escuridão e ao silêncio. Todos querem ser olhados e ouvidos debaixo dos refletores.”Pedro Juan Gutiérrez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s