‘Não iremos baixar o nível’, diz secretário sobre declaração de Cutrim

Um dia após ter sido alvo de duras críticas do deputado Raimundo Cutrim (PSD),o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, falou, nesta quarta-feira (27), ao G1, sobre o pronunciamento do parlamentar durante a sessão dessa terça-feira (26). “Quem deve julgar a postura do deputado são os seus eleitores e os outros deputados. Cabe a mim, continuar as investigações e não baixar o nível como baixou o deputado. Não iremos bater boca em público. Isso não é papel de gestor público e, assim como eu, nenhum dos profissionais que trabalham arduamente na investigação do crime do jornalista Décio Sá e de outros crimes, irá baixar o nível”, declarou Mendes.

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PSD), usou a Tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão dessa terça-feira (26), para se defender de forma mais incisiva sobre as suspeitas de ser um dos mandantes do assassinato de Décio Sá, de acordo com o depoimento do assassino confesso do jornalista, Jhonatan Silva, que vazou na internet na semana passada. “Não tinha nada contra o Décio e, mesmo que tivesse, eu resolveria com ele na porrada, na bala, como fosse (…) Mas não sou homem de mandar fazer, isso é coisa de covarde. O Cutrim não é homem de recado, é um homem de posição, que não manda recados”, disse exaltado.

 

Durante seu pronunciamento, o parlamentar fez duras críticas ao secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes. “Não aceito o que esse moleque travestido de secretário quer fazer comigo, isso é uma falta de respeito. Me sinto enojado com essa molecagem que estão querendo fazer comigo”, disse Raimundo Cutrim.

Logo após o ocorrido, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), chegou a convocar para as 15h30 de ontem (26), uma entrevista coletiva onde falaria sobre as providências tomadas pelo Poder Legislativo no inquérito que apura a morte do jornalista Décio Sá. Posteriormente, a coletiva foi cancelada e, de acordo com a assessoria de comunicação da AL, houve o cancelamento porque presidente e secretário de Segurança agendaram uma reunião para discutirem o assunto. Fonte: G1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s