“Prisão de Beth Cuscuz deve durar apenas 5 dias”, diz juiz Almir Tajra

Com a enorme repercussão das prisões dos donos das casas de shows Beth Cuscuz e Copacabana, o juiz da vara criminal Almir Tajra, que decretou a prisão preventiva dessas pessoas, esteve no programa Agora, da Rede Meio Norte, para falar sobre o caso. 

“É uma prisão preventiva de cinco dias, para que a polícia possa investigar com cuidado” esclareceu o juiz. Ele contou que os investigadores da Polícia Civil o convenceu, por meio das investigações que já duravam um ano, a decretar a prisão preventiva dos donos das casas de eventos e de seus gerentes e auxiliares diretos, e mandados de busca e apreensão por drogas, armas e computadores.

juiz

O juiz disse que, para ele, as investigações devem ser concluídas dentro em breve. “A meu ver, não haverá necessidade de se prorrogar estas prisões. Os acusados estão sendo ouvidos, a maioria deles é primário, então não deve demorar”, disse Almir Tajra. Informações da internet.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s