O réu sempre merece o melhor de seu advogado

Ter experiência de Júri leva tempo.

Durante dois anos fui uma espécie de redator de julgamentos.

Eu escolhia teses, fazia resumo do processo, selecionava trechos de depoimentos  e depois disto tudo fui aos poucos tomando a palavra, graças aos meus preclaros mestres que me ensinaram o caminho do Júri.

Ir sozinho numa primeira vez é muita maldade com o réu, porque pobre não tem direito a uma boa e experiente defesa.

Trabalho só, mas não posso reclamar que tive bons e generosos amigos no decorrer da minha vida profissional.

Tenho dito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s