Carla Cepollina é absolvida da morte do ex-coronel Ubiratan

O Júri absolveu Carla Cepollina da morte do ex-coronel Uriratan, o homem responsável pela morte de mais de 111 homens presos indefesos no Carandiru em 1992. . E vejam o sol continua a brilhar. O mundo não se acabou.

Aspectos importantes:

1) Carla Cepollina foi impronunciada num primeiro momento pelo juiz que presidiu a instrução; o TJ/SP reformou a sentença e a mandou a Júri;

2) Respondeu ao processo solta;

3) A vítima não era um monge trapista, e sim responsável pela morte de 111 presos indefesos no massacre do Carandiru;

4) Entre o fato e o julgamento se passaram mais de seis anos, tempo bom para que as pessoas esquecessem o clima de linchamento contra a ré.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s