Verdades e mentiras

“Dotô, ninguém tem direito de entrar na casa dos outros, colocar saco na cabeça dos outros, bater, humilhar os outros na frente dos filhos da gente…”, “Eu entendo perfeitamente”, “Espancar, Dotô, tá certo isto?”, “Eu entendo, mas eu preciso saber sobre o fato que estão de acusando”, “Ameaçar colocar no pau de arara, Dotô”, “Eu sei, já disse que entendo. Boa ou má, tua defesa vai depender do que você me disser. Não sou padre, pastor, psicólogo ou assistente social, mas eu preciso saber o que preciso saber o que se passou naquele dia para a policia te acusar”, “Mas não é só isso não, Dotô,ninguém tem direito de entrar na casa dos outros…”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s