Lettre à Mon Juge (Carta a Meu juiz), Georges Simenon

CARTA A MEU JUIZ

LETTRE À MON JUGE

Georges Simenon
Tradução de Paulo Neves

Meu juiz,

Eu queria que um homem, um só, me compreendesse. E gostaria que esse homem fosse o senhor. Passamos longas horas juntos, durante as semanas da instrução. Mas então era cedo demais. O senhor era um juiz, era o meu juiz, e teria parecido que eu queria me justificar. Agora sabe que não é disso que se trata, não é?

Ignoro a impressão que teve quando entrou no tribunal. É um lugar com o qual evidentemente está familiarizado. Quanto a mim, recordo muito bem sua chegada. Eu estava sozinho, entre dois guardas. Eram cinco horas da tarde, e a penumbra começava a se formar como nuvens na sala.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s