Investigação de publicidade irregular

O presidente da OAB/PB, Odon Bezerra, se reuniu com o presidente da Comissão de Ética da seccional, Diego Fabrício Cavalcanti, e com o presidente do TED – Tribunal de Ética e Disciplina, Assis Camelo, e decidiu abrir procedimento administrativo de oficio contra qualquer tipo de publicidade irregular promovida por advogados, como prevê o Estatuto da Advocacia.

Decisão é decorrente da grande quantidade de ações judiciais movidas por trabalhadores paraibanos para correção do FGTS, o que teria levado advogados a fazerem propaganda irregular dos seus serviços. O fato tem sido amplamente divulgado pela mídia estadual.

Diante dos acontecimentos, Odon Bezerra concedeu entrevista à imprensa e pediu cautela a todos os envolvidos no processo. Ele informou que a seccional paraibana da Ordem já notificou pelo menos oito escritórios que convocaram clientes para ingressar com esse tipo de ação.

O presidente alertou que os advogados não podem prometer prazos de quando a ação será finalizado e destacou que a Comissão de Ética da entidade já analisa a atuação dos profissionais sobre o caso. Se for constatado alguma postura irregular, os advogados serão levados ao Tribunal de Ética e podem sofrer pena que vai de uma advertência até a cassação do registro profissional.

Fonte: www.migalhas.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s