A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão registrou 2.460 assassinatos entre 2010 e 2013, Os promotores contaram 2.860, 16% a mais

A sequência de tragédias no Maranhão despertou a desconfiança do Ministério Público local. Depois das mortes no presídio de Pedrinhas, os promotores inspecionaram os arquivos do Instituto Médico Legal de São Luís. Descobriram que, de 2010 a 2013, o governo do Maranhão deixou de registrar 400 homicídios ocorridos na Grande São Luís. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão registrou 2.460 assassinatos nesse período. Os promotores contaram 2.860, 16% a mais. Fonte: ÉPOCA.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s