AL: condenado por 10 homicídios é solto por engano em Maceió

Condenado a 70 anos de prisão por dez homicídios, o detento Carlos Alberto da Silva Júnior, o “Júnior Capoeira”, foi liberado, por engano, do sistema prisional de Alagoas. De acordo com a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), a liberação ocorreu por ele ter sido confundido com um preso homônimo.

A liberação ocorreu no dia 25 de julho, mas só nesta segunda-feira a secretaria admitiu o erro. Para evitar problemas do tipo, a estratégia é tentar diferenciar através do nome da mãe dos presos. “O nome da mãe dele não constava nos autos do processo e, por isso, ele acabou sendo confundido com outro detento”, explicou a assessoria.

Um processo administrativo apura as responsabilidades pelo erro. O preso está foragido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s