Não existe mal absoluto

As quedas de Kadafi e Saddam redesenharam a ordem mundial. Lembro que ambos alertavam que em caso de suas quedas grupos radicais aterrorizariam o mundo.

Há problemas em combater grupos radiciais ou guerrilhas. Ao combatê-los as suas gerações futuras serão mais violentas.

Aí os correspondentes internacionais começam  a divulgar histórias sobre a conduta bestial do inimigo.

Difícil acreditar. Não existe mal absoluto. Monstros não existem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s