Em defesa de Carlos Humberto Marão Filho

            Eu acredito que qualquer um, independente do que possa ter feito, tem direito a um julgamento justo. O pensamento do leigo, porém, é sempre rápido a atribuir o rótulo de delinquente, facínora ou “monstro” a quem se envolve num delito. Mas monstros não existem, não existe essa ideia de mal absoluto.

No dia 06 de outubro de 2014 Carlos Humberto Marão Filho foi preso em flagrante pela suposta prática de homicídio e tentativas de homicídio.

As acusações são exageradas. Ocorreu uma morte. Todavia, é errado definir isso como assassinato. Assassinos matam de emboscada.

Além disso, a defesa, deixando de parte os argumentos fáticos que militam em favor de sua ideia, pede vênia para lembrar que a imputação que pese contra o defendente não está sequer  no rol dos crimes hediondos. Não há qualquer indício da participação do mesmo no delito. Aliás, convém registrar uma série de erros judiciários do universo jurídico, quais sejam, o Caso dos Irmãos Naves, passando por Saco-Vanzetti, dentre outros, que se cristalizaram como enleios justamente por ilações precipitadas em sede investigatória.

A natureza é selvagem, imprevisível e terrivelmente sem sentido. O que distingue os seres humanos dos animais é sua capacidade de falar em prol do mal. O crime é um símbolo de nossa liberdade. Meu cliente é ser humano, pessoa com dois olhos, duas mãos, um gênero e emoções. Isso é o que o torna demasiadamente humano.

Por último, resta concluir que o caso a ser julgado é uma fatalidade, cujos depoimentos dos acusados, corroborados com os das testemunhas dão conta de que o fato ocorreu sem dolo, nem malícia. É preciso individualizar a conduta de cada um. Toda morte representa uma perda irreparável. O ser humano é a medida de todas as coisas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s